ANBIMA - Debêntures Mantido por: ANBIMA
Ajuda | Fale Conosco | Mapa do Site
Buscar
Institucional Espaço do Investidor Processo de Emissão Dados Consolidados Informações ao Mercado Biblioteca Virtual Banco de Dados
· Registros na CVM · Emissões Instrução CVM nº 476 · AGDs e Comunicados · Notícias · Sites Úteis
Eólicas preparam captação de debêntures de infraestrutura 16/10/2013

Os parques eólicos, que se expandem de forma acelerada no Brasil, podem emitir em breve debêntures de infraestrutura, instrumento que pode dar um novo fôlego financeiro para o desenvolvimento do setor. Segundo Mauro Albuquerque, diretor de "project finance" do Santander, o banco está preparando as primeiras captações para projetos de geração de energia a partir do vento, mas não revela ainda os nomes. A meta é lançar os papéis, que oferecem incentivos fiscais para os investidores, no fim deste ano ou no início de 2014. O Santander é hoje o principal assessor financeiro de projetos eólicos no Brasil, posição que o banco já possuía na Europa. A Espanha é um dos países com o maior número de usinas eólicas e solares do bloco europeu. Segundo Albuquerque, a emissão de debêntures de infraestrutura é viável para empreendimentos maiores, que tenham em torno de 150 MW e 200 MW de potência instalada. Essa forma captação de recursos pode vir a ser uma importante alternativa para a indústria eólica no país, que hoje depende exclusivamente de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O banco chega a financiar 80% dos investimentos. As debêntures poderão representar entre 10% e 15% do capital necessário para construir os empreendimentos, prevê o diretor do Santander. Para cada MW de capacidade de geração de energia eólica, estima-se que sejam necessários investimentos entre R$ 3,4 milhões e R$ 4 milhões. O Santander calcula que 4 mil MW poderiam ser financiados por debêntures de infraestrutura no futuro. Isso representaria, portanto, um mercado potencial de R$ 16 bilhões. Depois das grandes hidrelétricas, as usinas eólicas já produzem atualmente o MWh mais barato do país, o que transformou o setor no grande vencedor dos leilões de energia promovidos pelo governo. Somente no último certame, os empreendedores venderam 1,5 mil MW de potência instalada, de 66 novos parques eólicos. Esse projetos vão custar R$ 5,4 bilhões. O Santander já coordenou a emissão de debêntures de infraestrutura para duas hidrelétricas. A usina de Santo Antônio, no rio Madeira, em Rondônia, captou R$ 420 milhões no início do ano. A outra emissão foi realizada pela usina de Garibaldi, da Triunfo, de R$ 100 milhões.

Imprimir o conteúdo Visualizar impressão Fonte: Valor Econômico – por Claudia Facchini
20/04/2017
Eucatex suspende AGD da 6ª Emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
AES Tietê Energia prorroga resgate antecipado de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Sanesalto pagará juros referentes à 2ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Hipermarcas delibera por redução de capital CVM – Elaborado por ANBIMA
Termelétrica Pernambuco III convoca Debenturistas para AGD da 1ª Emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
19/04/2017
AES Tietê Energia delibera pela não instalação de AGD da 3ª série da 4ª emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
18/04/2017
Fitch atribui Rating ‘AA-(bra)’ à 11ª emissão de Debêntures das Lojas Americanas Fitch Ratings
Rumo Malha Norte pagará juros referentes à 8ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
TCP pagou juros referentes a Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
17/04/2017
Ouro Verde pagará remuneração sobre Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
AES Tietê fará resgate antecipado da 2ª série da 4ª emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
Eletropaulo pagará juros sobre Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Algar pagará juros referentes à 3ª Emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
Triângulo do Sol pagará amortização referente à 2ª Emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
Raízen pagará remuneração referente à 1ª Emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
Multiplan pagará remuneração referente à 3ª Emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
Rodovias das Colinas pagará amortização de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
AutoBan pagará juros referentes à Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
13/04/2017
Ecovias pagará juros referentes à 2ª Emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
Ecopistas pagará juros referentes a 2ª série da 1ª emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
CEMAR pagou juros referentes à 6ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Santo Antônio Energia pagará juros referentes à 3ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
PROMAN convoca Debenturistas da 1ª Emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
12/04/2017
PBH Ativos pagará juros referentes à 2ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
11/04/2017
Fitch atribuiu Rating ‘AA(exp)(bra) à 1ª Emissão de Debêntures da Ventos de São Clemente Fitch Ratings
Concessionária da Rodovia MG-050 delibera pela alteração da data de vencimento da 3ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
10/04/2017
AES Eletropaulo pagará prêmio referente à 15ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Termelétrica Pernambuco III convoca Debenturistas da 1ª Emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
07/04/2017
MGI pagará remuneração referente à 2ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Gafisa aprova a afastamento da hipótese de Vencimento Antecipado da 7ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Brasil Pharma aprova a celebração do Primeiro Aditamento da 6ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
06/04/2017
Fitch atribuiu Rating ‘AA+(bra)’ à segunda emissão de Debêntures da Copel Telecom Fitch Ratings
05/04/2017
Renova Securitizadora esclarece notas explicativas em AGD da 3ª emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Renova Securitizadora esclarece notas explicativas em AGD da 2ª emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Renova Securitizadora esclarece notas explicativas em AGD da 1ª emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
04/04/2017
Eucatex convoca Debenturistas da 6ª emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
Fitch afirma Rating ‘AAsf(bra)’ à segunda emissão de Debêntures da BR Towers SPE Fitch Ratings
Fitch atribuiu Rating ‘AA+(exp)(bra)’ à 1ª emissão de Debêntures da ETN Fitch Ratings
03/04/2017
Rumo paga juros referentes à 10ª emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Iochpe-Maxion paga juros referentes á 7ª emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Iochpe-Maxion paga juros referentes á 6ª emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Fitch afirma e retira Rating ‘A+(bra)’ da segunda emissão de Debêntures da Linha Amarela Fitch Ratings
31/03/2017
Renova Companhia Securitizadora convoca Debenturistas da 3ª emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
30/03/2017
AES Tietê Energia convoca Debenturistas da 3ª série da 4ª emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
29/03/2017
CPFL paga juros referentes á 2ª e a 4 emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
MGI pagará juros referentes á 3ª Emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Fitch atribui Rating ‘AA-(bra)’ à 20ª emissão de Debêntures da Eletropaulo Fitch Ratings
28/03/2017
CPSEC convoca Debenturistas da 3ª emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
CCR não irá prosseguir com o registro de Debêntures da 7ª emissão CVM – Elaborado por ANBIMA
Fitch atribui Rating ‘AA-(bra)’ à 10ª emissão de Debêntures da JSL Fitch Ratings
27/03/2017
Unidas aprova 9ª emissão de Debêntures CVM – Elaborado por ANBIMA
Vale pagará remuneração de Debêntures Participativas CVM – Elaborado por ANBIMA
Fitch atribuiu Rating ‘AA(bra)’ à proposta da 9ª emissão de Debêntures da Unidas Fitch Ratings
Fitch atribuiu Rating ‘A+(bra)’ à 2ª emissão de Debêntures da Paranaíba Transmissora de Energia Fitch Ratings
Fitch afirma Rating à proposta da 1ª emissão de Debêntures da Raia Drogasil Fitch Ratings

« Notícias Anteriores | Próximas Notícias »

Ao obter informações através deste site você declara conhecer e aceitar os termos de exoneração de responsabilidades e de direitos autorais da ANBIMA.