ANBIMA - Debêntures Mantido por: ANBIMA
Ajuda | Fale Conosco | Mapa do Site
Buscar
· Registros na CVM · Emissões Instrução CVM nº 476 · AGDs e Comunicados · Notícias · Sites Úteis
Empresas captam 3 vezes mais no exterior 29/12/2009

Empresas brasileiras de grande porte conseguiram tomar emprestado neste ano quase três vezes mais dinheiro no exterior do que em 2008.

A demanda por papéis brasileiros é tão alta que chega a superar em cinco vezes o valor ofertado nas emissões, quando o normal, antes da crise, era ultrapassá-lo, no máximo, em duas vezes.
A procura pelos papéis brasileiros por parte de fundos de pensão e de investimento estrangeiros tem sido bastante superior ao montante oferecido, fato que estimula empresas nacionais de diferentes portes a correrem para se endividar em dólares. As empresas brasileiras e o Tesouro já captaram US$ 25,279 bilhões neste ano até novembro, 275% mais do que os US$ 6,731 bilhões de 2008 e mais que o dobro dos US$ 11,609 bilhões de 2007.

No ano que seguiu ao pior da crise, poucos mercados mudaram tanto e em tão pouco tempo como o que consome títulos de dívida privada, segundo analistas. Avesso ao risco dos países emergentes, esse mercado fechou as portas para as empresas brasileiras no final de 2008, fazendo com que algumas das maiores companhias nacionais voltassem a se financiar no país e secassem o pouco dinheiro disponível para o crédito.

Agora, esse mesmo mercado transformou as companhias brasileiras em "queridinhas" da comunidade internacional, ávida por títulos de baixo risco e alto retorno, em um mundo com juros próximos de zero.

Alberto Kiraly, vice-presidente da ANBIMA (Associação das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), afirma que o Brasil é um dos emergentes que mais acessaram o mercado de dívida no final do ano. No auge da crise, as companhias brasileiras de primeira linha que pretendiam captar recursos no exterior encontraram um mercado onde se exigiam taxas que chegavam a 13% ao ano -além do risco cambial. Quem não estava desesperado não se submeteu a isso. O resultado é que quase não houve operações fechadas entre outubro de 2008 e março deste ano. No primeiro semestre como um todo, só saíram cinco operações privadas.

Para reabrir esse mercado, o governo brasileiro fez uma captação de US$ 1,025 bilhão por dez anos com taxa de 5,88% ao ano no dia 6 de janeiro. Mesmo assim, um mês depois a Petrobras teve de se submeter a uma taxa de 7,875% para obter US$ 1,5 bilhão por dez anos. A Odebrecht aceitou juros de 9,625% para captar, em abril, US$ 200 milhões por cinco anos.

Em outubro passado, a situação já era bastante diferente: a Petrobras conseguiu estender o prazo de captação de US$ 1,5 bilhão de 10 para 30 anos e ainda reduziu os juros de 7,875% para 6,875%. De novembro para cá, empresas brasileiras tiveram acesso a taxas de 6%, menores do que antes da crise.

"Esse mercado já voltou ao patamar anterior à crise. E voltou com uma força muito grande em relação ao Brasil", disse Allan Simões Toledo, vice-presidente da área internacional do Banco do Brasil, que participou neste ano de 19 captações.

Para Alex Agostini, economista-chefe da Austin Rating, as empresas brasileiras "tendem a buscar com maior interesse o mercado externo". "Mas vejo que os investidores internacionais ainda estão bastante seletivos. Para as companhias de maior porte, a retomada das captações é uma realidade. Mas o tamanho ainda faz diferença. Para as menores o cenário não é tão animador.".

Seletividade

A crise global, que explodiu em setembro de 2008, deixou os estrangeiros mais seletivos na hora de investir. A crise mostrou que adquirir um ativo apenas por oferecer uma taxa mais atraente pode ser perigoso. Dessa forma, gigantes bem conhecidas lá fora, como Petrobras, Vale e os grandes bancos nacionais, têm encontrado as portas abertas para levantar recursos. Já uma pequena empresa que se aventure no exterior pode encontrar baixa demanda por sua oferta e taxas ainda muito elevadas.
O fato de o Brasil ter sido um dos últimos países a entrar na crise e um dos primeiros a dar sinais de tê-la superado ajudou a reposicionar o país no exterior. Na Bovespa, o saldo das operações feitas com capital externo também é bastante favorável, estando positivo em mais de R$ 20 bilhões no ano.
"Há muito dinheiro empoçado querendo vir para o Brasil. O país virou o queridinho. Em certa parte porque o país passou no teste de estresse e está sendo visto como um dos vencedores da crise", disse Paulo Cesar Souza, diretor comercial do Société Générale.

"Todo mundo esqueceu tudo de ruim que tinha no Brasil. Talvez porque o país tenha ficado um pouco melhor do que o restante do mundo", completa.

Imprimir o conteúdo Visualizar impressão Fonte: Folha de São Paulo - Toni Sciarretta e Fabricio Vieira
26/02/2010
Edital de Convocação de AGD da 5ª Emissão de Debêntures da Brasil Telecom S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA
Edital de Convocação de AGE da Celulose Irani S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA/GETEC
25/02/2010
FGV divulga IGP-M de Fevereiro de 2010 Ibre/FGV – Elaborado por ANBIMA
Debênture da Cemig tem demanda de R$ 6 bilhões Valor Econômico - Carolina Mandl, de São Paulo
AGD da 5ª emissão de debêntures da Brasil Telecom S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA
Edital de Convocação de AGE da Celulose Irani S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA/GETEC
24/02/2010
Oi faz nova tentativa com debêntures Valor Econômico - Carolina Mandl, de São Paulo
Título público vira garantia para derivativos e amplia segurança DCI
AGD da 5ª Emissão de Debêntures da Brasil Telecom S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA
Retificação de certos termos e condições da AGE da 5ª Emissão de Debêntures quirografárias, simples, não-conversíveis em ações da Telemar Norte Leste S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA/GETEC
Fato Relevante da Celulose Irani S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA/GETEC
Edital de Convocação de AGE da Celulose Irani S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA/GETEC
23/02/2010
Gafisa pretende captar até R$ 1,1 bi com oferta primária DCI
Com caixa, banco capta menos CDB Valor Econômico
Retificação de certos termos e condições da AGE da 5ª Emissão de Debêntures quirografárias, simples, não-conversíveis em ações da Telemar Norte Leste S.A. Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA/GETEC
22/02/2010
País é o que menos investe entre as maiores economias FOLHA DE S. PAULO – Pedro Soares
ANBIMA apresenta ranking de Fusões e Aquisições em coletiva à imprensa Informativo ANBIMA
AGE da 5ª Emissão de Debêntures quirografárias, simples, não-conversíveis em ações da Telemar Norte Leste S.A. Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA/GETEC
19/02/2010
ETH Bioenergia prevê expansão acelerada e abertura de capital Fonte: Valor Econômico - Fabiana Batista
Credit Suisse planeja criar novos fundos Fonte: Valor Econômico - Cristiane Perini Lucchesi
BC estuda proposta para criar mercado de moedas no Brasil Fonte: Valor Econômico - Cristiano Romero, de Brasília
18/02/2010
Aquisição: CSN e Camargo optam por linhas na moeda brasileira, porque liquidez é grande Fonte: Valor Econômico
Brasil quer ser polo financeiro regional Fonte: Valor Econômico
Fundos de participação já captaram R$ 328,9 mi este ano Fonte: DCI
17/02/2010
Concessionárias da OHL Brasil farão emissão DCI
Caixa diversifica as fontes de captação Valor Econômico - Fernando Travaglini, de São Paulo
12/02/2010
Anatel dá novo aval à compra da BrT pela Oi Folha de São Paulo
Infraestrutura: BNDESPar sai do controle da Inepar e vende ações na bolsa Valor Econômico
11/02/2010
Comissão de Benchmarks propõe mudanças na metodologia do IMA ANBIMA
Operações devem atingir nível recorde neste ano Valor Econômico - Vera Saavedra Durão
10/02/2010
Mercado de capitais impulsiona resultado Valor Econômico - Fernando Travaglini e Eduardo Laguna
09/02/2010
Bancos brasileiros tomam conta de emissões DCI
08/02/2010
Metade dos títulos de renda fixa foi vendida a investidor em 2009 Cristiane Perini Lucchesi e Carolina Mandl
Emissões de debêntures crescerão até 20% com infraestrutura e fusões Cristiane Perini Lucchesi e Carolina Mandl
BNDES garante internacionalização do grupo JBS Jornal do Commercio - Nicola Pamplona e Adriana Chiarini
05/02/2010
FGV divulga IGP-DI de janeiro de 2010 Ibre/FGV – Elaborado por ANBIMA
IBGE divulga IPCA de janeiro de 2010 Ibre/IBGE – Elaborado por ANBIMA
Errata do edital de convocação da AGE da Inepar S/A Indústria e Construções Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA
04/02/2010
Edital de Convocação de AGD da 1ª emissão de debêntures da Andrade Gutierrez Participações S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA
03/02/2010
Oi suspende emissão por conta de dúvidas sobre Brasil Telecom DCI
Debêntures da MRV Valor Econômico
Construção civil recupera terreno DCI
Comunicado ao Mercado da Telemar Norte Leste S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA
Edital de Convocação de AGD da 2ª emissão de debêntures da Buettner S/A Indústria e Comércio Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA
Quadro com as debêntures mais negociadas no mês ANBIMA
02/02/2010
Empresas emitem renda fixa para aproveitar o juro baixo DCI
Oi suspende debênture de R$ 2,3 bi Valor Econômico - Carolina Mandl
JBS conclui processo de capitalização Valor Econômico - Eduardo Laguna
Anúncio de Encerramento de Distribuição da 2ª emissão de debêntures da Brookfield Incorporações S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA
Aviso ao Mercado da MRV Engenharia e Participações S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA
01/02/2010
Associação integra seus escritórios no Rio de Janeiro Informativo ANBIMA
Ata de AGD da 6ª emissão de debêntures da Net Serviços de Comunicação S/A Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA
29/01/2010
BNDES apoiará ofertas de ações O Estado de São Paulo - Alexandre Rodrigues e Adriana Chiarini
Brookfield consegue R$ 366 mi em oferta Valor Econômico - Carolina Mandl
JBS adia a oferta de ações nos EUA Valor Econômico
Trisul capta R$ 300 mi para financiar 4 mil habitações DCI
28/01/2010
FGV divulga IGP-M de janeiro de 2010 Ibre/FGV – Elaborado por ANBIMA
Caixa financia 4 mil unidades em São Paulo O Estado de São Paulo - Edna Simão
Anúncio de Início de Distribuição Pública de Debêntures da 2ª emissão da Brookfield Incorporações Valor Econômico – Elaborado por ANBIMA

« Notícias Anteriores | Próximas Notícias »

Ao obter informações através deste site você declara conhecer e aceitar os termos de exoneração de responsabilidades e de direitos autorais da ANBIMA.